Maranhão Web Rádio Maranhão

Coluna da Mandela

Uma colunista de raça!

Coluna da Mandela - Uma colunista de raça!

Caciques do clã Sarney perdem força para os novatos

A Coluna da Mandela acompanhou, bem de perto, nos bastidores dos dois lados, a recente batalha político/jurídica travada no município de Raposa, entre o atual prefeito cassado, Clodomir de Oliveira (PRTB), que teve sua cassação confirmada pelo TRE, nessa segunda-feira (9), e Talita Laci (PCdoB), que deve assumir o comando da cidade depois do carnaval, após o julgamento dos embargos infringentes.
A disputa mostrou uma inversão de forças dentro do grupo Sarney, quem sabe um enfraquecimento. Ou, até mesmo, uma divisão interna. E olha que o “grupo” já parece bem esfacelado depois da vitória do governador Flávio Dino contra o candidato Lobão Filho. O próprio PMDB, partidão da ex-governadora Roseana Sarney, já não anda com essa bola toda, aqui, no Maranhão. Tem até perdido grandes nomes!


EdilazioMas voltando ao caso da Raposa, a “queda de braço” foi travada entre o deputado Edilázio Junior (PV), apoiando Talita Laci, e o senador João Alberto (PMDB), tentando segurar Clodomir de Oliveira.
Na guerra de articulações político/jurídicas, Edilázio e João Alberto mediram forças desde cedo, durante as eleições governamentais. Entretanto, parece que o jovem Edilázio, deputado do Partido Verde, tem se mostrado bem maduro e bem mais poderoso.
Não havendo mudanças positivas para Clodomir, no julgamento do recurso que, certamente, será usado pelos seus advogados, cinco dias após a publicação do acórdão, onde sua cassação foi mantida pelo TRE, Talita Laci assumirá a Prefeitura de Raposa e Edilázio Jr terá mostrado, por A mais B, que apesar de novo no clã, já é mais forte que o senador João Alberto.


JOAOALBERTODe qualquer maneira, além de Talita Laci e seu grupo, quem saiu no lucro foi o governador Flávio Dino, que em meio à confusão protagonizada pelo deputado e pelo senador do clã Sarney, vai acabar ganhando uma prefeita do seu partido, o PCdoB.

Humor – Jornais e revistas sofrem “atentado” em São Luís. É mole!

Humor sem graça

BANCA

Todo mundo acorde agora! Chamem a presidente Dilma, o governador Flávio Dino e os secretários Robson Paz (Comunicação) e Jeferson Portela (Segurança), os atentados marginais, que atentam em São Luís, resolveram cometer um “atentado” à imprensa no Maranhão.

Acho que os pilantras pensaram assim: “Se lá na França o atentado foi contra o jornal Charlie Hebdo, aqui, no Maranhão, vamos passar fogo em todos os jornais, revistas, revistas em quadrinhos, palavras cruzadas, fofocas e tudo mais…” Só latindo para não chorar!

Pois bem! Não é que três espíritos de porcos, sem terem bem o que fazer, na madrugada deste sábado (10), resolveram atear fogo em uma banca de jornal, localizada no bairro do Renascença 2, próximo à um shopping, em São Luís. Pois é! Um verdadeiro atentado à imprensa no Maranhão!

Começaram queimando os exemplares do O Estado do Maranhão. Acho que os marginais não gostaram da manchete. Depois tacaram fogo nas edições de O Imparcial, em seguida fizeram o Jornal Pequeno virar cinzas. Em quarto, é lógico, queimaram as publicações e O 4º PODER, logo depois fizeram uma fogueira com o Atos e Fatos. Os outros jornais, o fogo se encarregou de devorar sozinho, já que os “terroristas” fugiram levando a renda da banca de jornal.

Negócio de família, a banca sofreu perda total e os terroristas ainda não foram identificados.

Há! Isso não vai ficar assim! Não vai mesmo! A Interpol já está no caso e promete encurralar os “terroristas” logo, logo! Tomara que “encurralem” mesmo.

Até o momento nenhum grupo terrorista assumiu a autoria do atentado, mas as autoridades desconfiam dos ultra-radicais Bonde dos 40, ou ainda do grupo Alemão PCM.

É cada uma que acontece no Maranhão!

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

SOMOS TODOS CHARLIE!

JE SUIS CHARLIE!

Cadê o décimo segundo e o décimo terceiro, meu patrão?

décimo-terceiro-mito

Essa vida de cadela jornalista não é mole! Ainda bem que moro como meu patrão e não tenho tanta despesa assim! Todo fim de ano é um Deus nos acuda! Quem deve ao jornal, sempre arruma um pretexto pra não pagar e ai os funcionários sofrem…. Com os décimos segundo e terceiro atrasados, fica difícil fazer a ceia!!! E agora, quem poderá nos socorrer? O Chapolin Colorado é que não pode ser!