Governo Bolsonaro cortou 21 mil cargos criados para aparelhamento da esquerda

O Diário Oficial da União circulou neste dia 13 de março de 2019, com uma grande notícia. A redução de 21 mil cargos e/ou funções remuneradas nos quadros do Governo Federal. Uma economia de aproximadamente R$ 195 milhões por mês. Considerado o décimo terceiro salário, são R$ 2,5 bilhões a menos de despesas com pessoal num ano. Ao curso do mandato, R$ 10 bilhões de economia.

Ao fazer esses cortes o Presidente Jair Bolsonaro cumpre um compromisso de campanha e atende uma grande reivindicação da grande maioria da sociedade brasileira. Por um lado, faz com que o Estado seja menos gastador e pare de esbanjar o suado dinheirinho do contribuinte.

Vai sobrar mais recursos para a educação, saúde, segurança pública e obras. De outro lado, faz um desmanche do aparelhamento das estruturas do Estado, tomadas pela companheirada dos presidentes Lula e Dilma.

Mas o que chama mais a atenção é o vergonhoso silêncio que a grande mídia fez com relação a esse fato, que quase passou despercebido. Por isso, temos que COMPARTILHAR essa notícia, para que chegue aos quatro cantos do MUNDO!

21 mil pessoas é muita gente. É mais que a população de centenas de municípios brasileiros. A companheirada vai ter que rebolar (no bom sentido, é claro) para ganhar a vida. Bezerro mamão sem a teta da vaca, berra alto. E a teta, secou?

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *