Enquanto empresários se unem com rodoviários para aumento de passagens, o péssimo serviço do dia a dia

Enquanto os proprietários de empresas de transportes coletivos se unem com rodoviários e o favorecimento do poder público para explorar a população da Grande São Luís e forçar um aumento de passagens de coletivos, o retrato das panes mecânicas diárias de ônibus são realidades que deixam centenas de trabalhadores e estudantes em ruas e avenidas  para que cada um dê o seu jeito de chegar aos seus destinos.

Quem se aventurar a ficar à espera de outro coletivo da mesma empresa para leva-los a complementação do trajeto, pode perder o dia de serviço e os alunos chegarem aos estabelecimentos de ensino no final do encerramento das aulas. Alguns passageiros me informaram que quando um coletivo está em pane e um considerável número de passageiros aguarda por outro da mesma empresa, geralmente eles não param e seguem viagem para protestos dos passageiros. São tratamentos indignos à população pelos proprietários de empresas de transportes coletivos. Depois da farsa da concorrência pública, em que os grandes beneficiados foram os empresários, a Prefeitura de São Luís chega ao extremo de fazer propaganda de existência de qualidade nos serviços de transporte coletivo da nossa capital para a indignação de muita gente.

A foto é de um coletivo com a aparência de novo, que deixou em horário de grande movimentação, dezenas de passageiros bem próximos da parada em frente ao Fórum do Trabalho, na avenida Vitorino Freire. Como realmente são os empresários que fazem a regra dos transportes coletivos e não cumprem o que lhes é determinado, a população terá que esperar por mais dois anos para mudar a direção do executivo municipal e colocar outro gestor que tenha pelo menos a determinação de acabar com a esculhambação que impera no transporte coletivo da cidade de São Luís.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *