Cabo Campos retoma o parlamento com tranquilidade e a representação da Procuradoria da Mulher está com a mesa diretora da Assembleia

       aldir

  O deputado Cabo Campos demonstrando bastante tranquilidade e indiferente às acusações pesam sobre ele, por ter agredido violentamente a esposa Maria José Brandão Marques Campos. Depois de muito choro, pedidos de perdão e negar que não agrediu a sua companheira e insinuar que os hematomas no corpo dela seriam decorrentes de uma queda, o  parlamentar foi a tribuna hoje (15) para fazer um pronunciamento com pedido de isenção de IPTU para as Igrejas Evangélicas de Imperatriz.

         Depois de ter recebido sinal verde do Palácio dos Leões, de que a Assembleia Legislativa do Estado não tomará qualquer posicionamento para agressão covarde praticada por ele na pessoa da esposa, decidiu ignorar totalmente a Procuradoria da Mulher da Assembleia e a indiferença contra as deputadas que se solidarizaram com Maria José Brandão Marques Campos e tiveram a coragem de se posicionar contra um parlamentar que está indiciado em processo na justiça com enquadramento na Lei Maria da Penha.

           A representação da deputada Valéria Macedo foi encaminhada à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado, com farto material que ratificam a agressão. As expectativas agora estão no encaminhamento para a Comissão de Ética. Além do pedido de instauração de procedimento por falta de decoro parlamentar, também é solicitado o afastamento do Cabo Campos por 60 dias do seu mandato.

            Por outro lado, movimentos de combate à violência e de defesa dos direitos e da dignidade da mulher, estão acompanhando através da deputada Valéria Macedo, a tramitação da representação. Elas já advertiram que caso o corporativismo seja o caminho da representação, elas farão movimentos nas ruas e denuncias a nível estadual e federal, que deve atingir muitos deputados, principalmente os que se posicionarem pela impunidade e favoráveis a violência contra a mulher.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>