Encontro com o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, Cézar Bombeiro pediu apoio para a votação da PEC da Policia Penal

           aldir

Durante a visita a São Luís, do deputado federal Rodrigo Maia e presidente da Câmara Federal, e o vereador Cézar Bombeiro, presidente licenciado da presidência do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão, estiveram conversando sobre a Proposta de Emenda a Constituição – PEC 14/ 2016, aprovada em duas votações no Senado Federal e que se encontra na Câmara Federal e com tramitação nas comissões e que poderá ser votada ainda este ano em plenário.

           Cézar Bombeiro destacou a importante luta da categoria dos agentes penitenciários em todo o Brasil e luta da Federação Nacional dos Servidores do Sistema Penitenciário com a contribuição massiva de todos os sindicatos estaduais. Rodrigo Maia informou a Cézar Bombeiro, que conhece muito bem a PEC 14, que tem o seu apoio, uma vez que ela vai transformar os atuais agentes penitenciários em policiais penais com direitos inerentes à carreira policial. O presidente da Câmara Federal também registrou que com a Polícia Penal os estados vão poder liberar as policias civil e militar das atividades exercidas em unidades prisionais, além de favorecer serviços eficientes com pessoal treinado e qualificado, afirmou o deputado Rodrigo Maia.

               O vereador Cézar Bombeiro, que é também diretor da FENASPEN, avaliou como muito positivo o encontro que teve com o presidente da Câmara Federal, mostrando-se bastante otimista quanto a aprovação da PEC 14/2016, muito embora não haja a garantia da primeira votação ocorrer ainda este ano, mas com a vontade politica de Rodrigo Maia e a luta determinada da FENASPEN e os sindicatos estaduais, no primeiro semestre de 2018 ela estará aprovada e sancionada. O presidente do SINSPEM, Ideraldo Gomes, que também é diretor da FENASPEN, tem tido uma atuação bastante satisfatória em defesa da PEC 14/2016, daí que a categoria maranhense tem marcado presença em todos os segmentos da luta, afirmou Cézar Bombeiro.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *